Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Promotora protetora de pedófilos, manda censurar blog mais uma vez.

Acabo de receber uma nova comunicação do Blogger, avisando que mais duas postagens foram retiradas por determinação da justiça do Paraná. O motivo é o que vocês já sabem. A promotora que vende crianças e está protegendo pedófilos, não quer que tais informações sejam de conhecimento público.

O Tribunal de Justiça do Paraná e o Ministério Público, estão aterrorizando mães cujos filhos foram vítimas de pedofilia ou que perderam a guarda deles, através de processos forjados. Estão sendo ameaçados por processos e intimidações do poder público. É a máfia contra cidadãos de bem.

O juiz Lucas Cavalcanti da Silva, desisitiu de tentar me impedir e deixou o processo. Quem sabe entre um juiz mais forte, e me processe aqui na Inglaterra, e quem sabe até peça a minha extradição por não conseguir calar a minha boca. kkk


A promotora Tarsila Santos Teixeira conta com a ajuda do Tribunal do Paraná, que era o responsável por forjar os documentos legalizando o ato, por intermédio de uma instituição que não tinha autorização para intermediar a adoção de crianças.

O último post que foi excluído, trazia este vídeo reportagem. que esclarece a participação de magistrados na venda destas crianças. E por isso, foi alvo da ira da promotora. Ela sabe que faz parte disso.


A perseguição contra mim continua. Infelizmente, o Blogger é obrigado pela justiça a retirar os textos do ar, sem que eu tenho o direito de provar o que estou dizendo. É execução sumária da liberdade de expressão. E a maior preocupação das autoridades é justamente por ser verdade!

Tarsila Teixeira está neste momento protegendo um pedófilo e destruindo a vida de uma mulher e de seu filho. Ela também está processando esta vítima, por ter feito um vídeo que sequer cita o seu nome. Mas o desespero desta vadia é tão grande, que ela tem usado um dos melhores escritórios de advocacia de Curitiba para tentar acabar com estas postagens, sem deixar qualquer vestígio. 

E como sempre, para isso, ela utiliza a estrutura do Estado, como se pertencesse à ela. Não é só o meio político que está podre no Brasil. As instituições estão muito mais podres. Tanto é, que a política apodreceu por não ter quem os fiscalizem. Nosso Supremo é a maior prova disso. Frequentemente deixa brasileiros indignados com claras manobras para proteger políticos corruptos. E por que não protegeriam pedófilos?

A censura é algo abominável, pois ela tenta impedir a publicação de fatos que não podem ser publicados por revelar uma prática criminosa. Os criminosos não têm como apagar os crimes que cometeram, então eles passam a eliminar aqueles que denunciam. Esta é uma prática desenvolvida pelo comunismo, muito usada por Hitler.

A máfia da pedofila.

O Ministério Público do Paraná, começou agora a publicar vídeos da promotora em que ela fala sobre combate a pedofilia. A intenção é fazer com que a imagem dela seja divulgada como boa combatente da pedofilia e protetora de crianças, quando na verdade é o contrário. Este esforço revela que o Ministério Público do Paraná, ao invez de investigá-la, está dando cobertura para os crimes que comete.

Veja por exemplo, este vídeo. A promotora fala do carnaval. A entrevista foi realizada em fevereiro de 2017, mas só agora, o MP decidiu publicá-la. A promotora dá orientações sobre comportamento durante o carnaval. Verifiquem a data e poderão ver que ele foi publicado em 9 de agosto de 2017. Por que só agora? Outros vídeos também estão sendo públicados agora, com a mesma finalidade.


Não existe crime organizado, sem a participação de autoridades. Seria impossível retirar crianças do seio familiar e enviá-las para o exterior, sem a conivência de autoridades. O ramo é lucrativo e abastece o bolso de promotores e juizes. Eu estou asilado na Europa hoje, por ter denunciado o Ministério Público de Minas Gerais no envolvimento com tráfico de órgãos. Cá estou eu, com mais uma máfia dentro do Ministério Público, desta vez, no Paraná. Já tenho acumulado tanto material, que penso que está na hora de lançar mais um livro.

Se você acha que é exagero, assista o vídeo abaixo sobre as crianças Catarinenses vendidas ao exterior.


Nenhum comentário:

Postar um comentário