Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

domingo, 11 de janeiro de 2015

A medicina bandida brasileira.

Ah sim! Não podemos generalizar não é mesmo? Nem todo médico é bandido. Tem os médicos bandidos e tem os médicos que conhecem os bandidos, sabem que estão comentendo crimes, e se calam. Portanto, nem todos são bandidos. Alguns são apenas omissos.

Neste semana recebi diversos e-mails sobre a reportagem da máfia das próteses. Acho engraçado tudo isso. O que me faz rir é o fato de que o brasileiro ainda se espanta com essas coisas, como se ele fosse pego de surpresa ou ainda que nem imaginasse que isto pode estar acontecendo. No Brasil é normal a corrupção, o desvio de dinheiro público e a justiça de 4 patas se arrastando por vários anos para não dar em nada. E é exatamente isto que acontecerá com está máfia. Em poucos meses, tudo voltará ao normal e continuará funcionando normalmente, com o apoio da justiça.

A reportagem mostra o que está mais do que evidenciado: médico brasileiro gosta é de dinheiro. Ética não faz parte desta profissão que tem a cobertura especial dos conselhos de medicina. Aliás, são os conselheiros, os maiores mafiosos da área médica. E se eles são mafiosos, qual médico não será? Qual médico tem apoio do conselho para denunciar estes esquemas?

Tudo é muito lento. A apuração leva anos até que as provas se percam ou se desmanchem entre recursos e apelações. Testemunhas desaparecem ou são pagas para mentir ou desmentir, de acordo com o que mandam os advogados. Tudo vai rolando lentamente até que um desembargador ameaça a dar uma canetada, e mais propina (desta vez aos homens da lei) é despejada aos milhões. E o processo volta lentamente ao curso normal da prescrição. Em 20 anos a justiça ainda estará examinando provas e pedindo vistas. 

Ninguém vai preso. Ninguém é detido, Ninguém perde nada. Tudo continua como está, e pessoas são submetidas à experimentos como na época do Nazismo, que tanto ouvimos falar. Os médicos brasileiros são todos Nazistas. Ou fazem parte disto ou se calam e passam a ser coniventes. Os que sabem não denunciam, mesmo sabendo dos riscos que a população corre. 

Como disse uma pessoa durante a reportagem, e que eu já cansei de dizer, é que a medicina não tem como ser fiscalizada. Se o médico diz que usou 50 seringas, você tem que acreditar. Se ele diz que uma pessoa viva está morta, você tem que acreditar. Você não pode questionar médicos. Eles possuem o direito de enganar os pacientes, o governo, e a própria justiça. São vigaristas, desonestos, e ganham a vida sacrificando inocentes, ou se omitindo para que outros o façam.

Não há outro país no mundo em que seja possível o crime prosperar até mesmo dentro da saúde, como acontece no Brasil. Tudo é muito fácil. Quem tem o poder de fiscalizar está dentro do jogo. Quem tentar derrubar esta máfia será esquartejado diante das cameras ou terá que se refugiar em países estrangeiros. 

Não me espanta que em breve, uma associação de pacientes qualquer venha a público defender estes marginais, pois é assim que sempre acontece. Estes vagabundos compram até as próprias vítimas e as colocam de joelhos em suas defesas, pois caso contrário não serão tratadas. 

A triste verdade meus caros leitores é que o Brasil é o lixo do mundo. Quando ando pelas ruas de Londres vejo o quanto o Brasil é superior. Aqui o tempo é ruim o tempo todo, Chove a maior parte do tempo. O frio é torturante. No Brasil tudo é maravilhoso. Mas o caráter de uma única pessoa que encontro em Londres, você não conseguirá atingir somando o caráter de algumas centenas de brasileiros. Esta é a triste realidade. O Brasil está um lixo moralmente. Há ladrão vazando pelo ladrão. E se você tem esperança de que isso vai mudar algum dia, sinto muito em decepcioná-lo, Mas se houver mudança, será para pior. 

E viva a medicina nazista brasileira, formada por pessoas desonestas, malandras, mafiosas e que só pensam em dinheiro. Viva também a justiça brasileira, que nem com o implante de próteses consegue se mover com a velocidade necessária. 

Em Londres uma ação judicial qualquer leva no máximo 3 meses para ser julgada. No Brasil é no mínimo 20 anos!!!!! Um geração inteira para que um único processo seja julgado. 

Não se assustem com estes escândalos. Há muito mais acontecendo. 

4 comentários:

  1. SÓ POSSO CONCORDAR COM TUDO E DIZER, COMO LAMENTO TER QUE MORRER SEM PODER MUDAR NADA. MINHA LUTA FOI ÁRDUA NOS ANOS 70, AGORA PRECISO DE AJUDA, E, SEI QUE VOU MORRER SEM TER. FORÇAS ENQUANTO PUDER TE- LAS.

    ResponderExcluir
  2. Médico no RGS tomou quase 30 anos de prisão. Mais um bandido de jaleco branco.

    ResponderExcluir
  3. As almas gêmeas do Dr. Joseph Menguele (médicos)aqui no Brasil estão operando pacientes cardíacos no atacado e no varejo a fim de ganharem comissões dos fabricantes de válvulas e demais componentes para tais cirurgias. A reportagem do Fantástico do dia 11 agora nos mostra claramente isso. E a justiça ?? Em média duas décadas para os culpados sentarem no banco dos réus. Isso é se mesmo com essa "tonelada" de provas acharem algum culpado. Nobre Paulo é mil vezes melhor morar num país em que muito chove e faz frio, mas as coisas funcionam (saúde,educação, justiça), do que morar em um lindo país tropical que é motivo de vergonha mundial, pôs todos sabem que aqui nada funciona e nada presta pricipalmente na área mas delicada da vida do ser humano que é a saúde. E a justiça infelizmente é totalmente passiva. Parabéns e continue morando ai pôs aqui nosso futuro é incerto....


    ResponderExcluir
  4. Noticia de 30/7/14, vespera do quase julgamento do Caso Pavesi:

    http://noticias.r7.com/minas-gerais/mg-record/videos/ativistas-simulam-trafico-de-orgaos-em-campanha-na-praca-sete-30072014

    ResponderExcluir