Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

sábado, 1 de julho de 2017

Promotora vagabunda manipula processo.

Caros leitores. Estamos aguardando algumas decisões imporrtantes para tomarmos uma providência internacional.

A promotora da infância e da juventude, TARSILA SANTOS TEIXEIRA conseguiu o que queria. O pedófilo do caso Andrea foi absolvido. Mas ela foi além. A promotora é especialista em retirar os filhos de famílias que não podem se defender, e colocá-los à venda. E é isto o que a promotora está fazendo.

A promotora manipulou todo o processos, depoimentos, ignorou provas fundamentais, e convenceu o juiz do caso que o garoto corre perigo ao estar com a mãe! O absurdo é tão grande, que a promotora conseguiu fazer com que o pedófilo, que mantinha arquivos de pedofilia no computador, se tornasse mais confiável do que a mãe que denunciou tudo isso.

O próximo passo será a destituição do pátrio poder da mãe. O Tribunal de Justiça do Paraná, conhecido por ser parte de um esquema de venda de crianças ao exterior, está fazendo o impossível para sequestrar o filho de Andrea. Ela está desesperada e sem rumo, diante da barbaridade que esta promotora vagabunda está cometendo.

Os vídeos dos depoimentos já estão comigo. Eu estou aguardando a autorização para publicá-los. Estou traduzindo para a língua italiana e vamos acionar a imprensa e uma ONG que cuida destes assuntos.


A promotora tem problemas psicólogicos graves. Ela é autoritária, violenta com as vítimas e principalmente, um caráter baixo. Ela patrocina a retirada de filhos de casais sem poder aquisitivo e os envia para o exterior, cobrando 9 mil dólares por cabeça.

Em um dos casos em que ela está envolvida, 7 crianças foram retiradas da família sob alegação de abuso sexual que não foi comprovado, e enviou as 7 crianças para uma família nos Estados Unidos que abusava destas crianças. Ao ser questionada, a promotora disse que não era problema dela.

Ela está repetindo o feito. Está entregando de mãos beijadas uma criança ao pai pedófilo.

Por escrever sobre este caso, a promotora mandou excluir todos os meus profiles das redes sociais. Não tendo sucesso em suas tentativas, o seu parceiro, o Juiz Lucas Cavalcanti da Silva determinou o bloqueio das minhas contas bancárias. Trata-se de uma rede de pedofilia instalada dentro do Tribunal de Justiça do Paraná, em parceira com a promotora da Infância e da Juventude. Eles estão impondo o sofrimento para uma criança de 8 anos de idade, e para a mãe da criança. 

Você pode achar que isso não é um problema seu, até que um dia, seu filho pode ser entregue à pedófilos e você não poderá fazer nada. O dinheiro é mais importante do que qualquer coisa para este tipo de gente.

O pedófilo já sabia com muita antecedência que seria absolvido e que o filho seria entregue à ele. Por publicar isto em vídeo, muito antes da sentença, a mãe foi processada pela promotora. A situação é greve e exige medidas graves.



Andrea by paulo-pavesi

A guerra vai começar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário