Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

terça-feira, 14 de abril de 2015

Atualizando

Caros leitores.

Até o final desta semana, estarei encaminhando via correio, representações para o CNJ e CNMP.

Para o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) estou enviando representação contra o TJMG que se nega a julgar os casos ligados a Mafia do tráfico de órgãos em Minas Gerais. Em especial, solicito através desta representação que o TJMG apresente provas de que eu participaria via Skype do julgamento, motivo este alegado pela defesa e acatado por um desembargador para que o juri fosse adiado por mais uma vez. 

Já para o CNMP (Conselho Nacional do Ministerio Publico) estou enviando representação para que seja apurado o motivo pela qual 2 casos envolvendo a Máfia do Tráfico de Órgãos ainda estejam em fase de inquérito. O Ministério Público, seja estadual ou federal, são os fiscais da polícia. Estou requisitando a apresentação das movimentações do Ministério Público visando garantir celeridade nestes casos.

As representações já foram enviadas via meio eletrônico, mas as duas instituições alegaram que não podem recebe-las. Então estou enviando o material impresso para que não haja mais desculpas.

Sim meus caros! No Brasil é assim que funciona. Eu levantei provas, denunciei os crimes, e sou obrigado a acompanhar e cobrar o andamento dos trabalhos, pois estamos diante de instituições repletas de vagabundos que precisam ser observados para que cumpram as suas obrigações. Enquanto eu dedicava a minha vida nesta história, sem ganhar um centavo e gastando tudo o que eu tinha, delegados, promotores, procuradores, desembargadores e advogados faturavam alto com a morosidade dos processos. São milhões de reais investidos nestes vagabundos para não fazerem nada. Sem contar as propinas, os cargos oferecidos para se manterem inertes diante dos casos. 

Em países sérios, estariam todos estes servidores processados e condenados e eu já teria sido indenizado, mas no Brasil, isto é praticamente impossível porque a vagabundagem faz parte do dia a dia. 

3 comentários:

  1. Estou contigo e não abro Paulo,

    Há muito tempo que este dois órgãos foram esvaziados por pressão desses canalhas que comandam essas malditas associações de magistrados. Não servem pra nada, ou melhor, servem sim, para gastar o dinheiro do otário contribuinte brasileiro; servem para proteger os juízes marginais, os procuradores desta república de safados, os promotores de injustiças etc.

    Lamentável que a vítima de um crime terrível, seja obrigada a provar o que já está robustamente provado, porém num País de prostitutas como é o Brasil, a eterna terra da pilantragem tudo é possível.

    Minha mulher vive me perguntando por que não participo dos protestos que vem acontecendo neste solo infestado de vagabundos; e eu canso de responder que só irei a algum protesto se os brasileiros tomarem vergonha na cara e criarem coragem de enfrentar (manifestação) contra os BANDIDOS DO PODER JUDICIÁRIO e do MINISTÉRIO PÚBLICO, que são verdadeiramente os que chancela toda a corrupção que destrói o País.

    Não é demais lembrar, que o Servidor Público Sérgio Moro, não faz mais que sua obrigação legal, portanto, vamos parar com esse sensacionalismo em torno do seu reinado.

    Forte abraço Paulo e siga em frente...

    ResponderExcluir
  2. Paulo, aqui é Braguinha escrevendo:
    faz muito bem, não desista, por favor! Tem alguma maneira de eu te ajudar nesse caso? Se tiver, me diga.

    ResponderExcluir
  3. Vc realmente acredita que o CNJ e o cnmp sejam órgãos serios? Inocente você....sinto pela sua dor e seu filho, mas não vão fazer nada. Estes órgãos foram criados para serem cabides de emprego, nada mais.....

    ResponderExcluir