Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

sábado, 6 de dezembro de 2014

IANHEZ É ELEITO PARA A SBN. Sociedade Brasileira de Nefrologia (ou o N seria Nazistas)

Caros leitores,

É com muita alegria que venho a público informar que o assassino do meu filho Paulo Veronesi Pavesi, 10 anos, e mais outros 8 pacientes, acaba de ser eleito para uma comissão qualquer na Sociedade Brasileira de Nefrologia. 

Alegria? Por que alegria?

Simples. O Brasil tem demonstrado que bandido que é bandido, ocupa espaço privilegiado neste país. Tem acesso a membros da justiça, desembargadores, policiais, enfim, controlam tudo o que podem e o que não podem. E estamos vendo cenas que jamais pensaríamos que veríamos novamente, como o congresso nacional impedindo a entrada de brasileiros. O Brasil está ocupado, no sentido de dominado. O Brasil está vivendo um estado de ocupação. 

Assim como no congresso, em que 512 deputados se unem para votar projetos que arrebentam os cofres públicos, indiferente a opinião de milhões de brasileiros, estamos vendo esta cultura espalhando-se pelo resto do país em diversos setores. 

A impunidade é marca desta nação. Cometer crimes está sendo o lema. 

Este senhor Álvaro Ianhez, nazista, vagabundo, assassino, vem se utilizando de chantagem para conseguir o que quer. Ele comandava uma central clandestina, uma equipe de transplante e uma organização de renais crônicos. Neste triângulo promíscuo acontecia de tudo. Ele atuava em todas as pontas quando a lei não permitia. Até diagnóstico de morte encefálica eram realizados a dúzias como ficou registrado em depoimentos de membros de sua equipe. Mas isto tudo não tem valor no Brasil. O que vale no Brasil é ser assassino, bandido, ladrão, estuprador.  

Por isto, meus caros leitores, estou feliz! O Brasil está andando lentamente para um abismo do qual não conseguirá evitar a queda. Será uma tragédia sem precedentes na história da humanidade. Pior que o derramamento de sangue, é a perda completa da moral, da vergonha, da honra e dos bons costumes. 

O Brasil já é um país onde os marginais estão ditando as regras e as pessoas de bem estão abandonando o cenário pois a malandragem está dominando tudo. 

Seus filhos continuarão tomando leito com água oxigenada, pois o negócio é faturar, é explorar, é extrair ao máximo sem ter que responder por isso. O negócio é matar, estuprar, roubar remédios de quem precisa, deixar morrer quem não merece. O negócio é fazer com que o errado seja sempre premiado, já que as pessoas que estão no comando, sabem que nunca serão capazes de fazer o que é certo. 

Este grupo que matou meu filho JAMAIS procurou qualquer meio para mostrar a inocência. Eu procurei a imprensa, ministério da saúde, ministerio público, CPI, comissão de direitos humanos, OAB e por ai vai, sempre denunciando e mostrando provas. Os marginais tinham o trabalho apenas de negar: Sou inocente, diziam. Nada mais. 

15 anos de espera por um julgamento que vem sendo com frequência adiado, cheio de chicanas, cheio de remendos para ganhar tempo, para protelar, para tentar fazer com que todos esqueçam. Esta é a postura dos acusados que se dizem inocentes. Sabem que não há como negar as provas existentes, e apelam para a morosidade da justiça, cujos desembargadores já são parceiros conhecidos.

15 anos de ameaças a quem fala sobre o assunto, execução de testemunhas, corrupção de autoridades, intimidação e perseguição de juizes e promotores e por ai vai. Práticas distintas do comportamento de um inocente. 

Estamos falando de roubo de margarina? Não! Estamos falando de um rato maldito que matou uma criança de 10 anos e outros 8 pacientes. Mas quem roubou margarina ficou anos na cadeia. Álvaro Ianhez nunca passou sequer uma noite. 

As instituições que protegem este marginal vagabundo são sempre as mesmas, como relatei no meu livro. SBN Sociedade Brasileira de Nefrologia vem há anos publicando textos em defesa deste marginal sem citar uma única prova que o inocente. Apenas dizendo "confiamos neste médico". Uma sociedade nazista, cujos membros não se preocupam com a própria imagem abrigando matadores de crianças em seus quadros. Ótimo!!! Pelo menos sabemos de que lado estão!

Ianhez foi eleito e vai compor um grupo da qual faz parte José Osmar Medina, ex-presidente da ABTO (Associação Brasileira de Tráfico de Órgãos) que protege Álvaro Ianhez há anos. Ianhez está no ambiente exato! Bandido tem mais é que se juntar com bandidos.  

Parabéns Brasil.
Parabéns aos médicos de bem que aceitam ser listados ao lado de Ianhez com orgulho!
Parabéns desembargadores vigaristas que estão protegendo este marginal.
Parabéns justiça brasileira!

Brasil, este é o seu futuro!!

IMPORTANTE: Eu recebo mensagens dizendo que eu não posso generalizar a classe médica. Pois bem, eis a prova que posso sim!

Um eleição, supostamente, vence o melhor. Se o melhor que o SBN pode eleger em seus quadros é alguém que responde por homicício de uma crianças de 10 anos, é sinal que estou certo e a generalização é cabível. 

3 comentários:

  1. Alvaro, velho bobo, seu lugar já está reservado no quinto dos infernos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas esta demorando demais ir para o inferno ele é toda a tropa !

      Excluir
  2. "Os assassinos estão livres e nós não estamos. Vamos sair, já não temos mais dinheiro, os meus amigos estão procurando emprego." (RENATO RUSSO).

    ResponderExcluir