Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Mensagem de Natal

Meu caros,

Assim como escrevi na página do Facebook, não há mensagem de Natal para uma situação como esta. A glória e a vitória estão do lado daqueles que mesmo condenados pela morte de pacientes para fins de tráfico de órgãos, estão reunidos com a família, assando um belo peru e rindo de nossos sofrimentos. 

Não porque são inocentes. Mas porque escaparam da lei comprando desembargadores e habeas corpus. Num país sério estariam com as cabeças raspadas e comendo uma quentinha na prisão por muitos e muitos anos.

Eles estão comemorando a impunidade, a incapacidade do Brasil em fazer justiça. Eles celebram a tranquilidade de matar alguém e dizer que a culpa é de quem denuncia. Eles festejam os milhares de reais roubados e desviados da saúde pública através de muita sujeira e corrupção. Se alegram diante de uma organização que vem se perpetuando há diversos anos na saúde brasileira, sem que alguém possa dar um basta. E isto merece mesmo ser celebrado.

Estamos diante de uma máfia, e como toda boa máfia, em momentos como o Natal, se reunem em volta de uma árvore cheia de bolas brilhantes e rezam para que sejam abençoados. São fraternos e unidos. Possuem braços onde os nossos olhos não alcançam. São todos religiosos e dizem acreditar em Deus. E mais! Acreditam mesmo que serão abençoados contra a "maldade" que fizeram a eles, só porque ceifaram a vida de inocentes. Mas o que mais acreditam mesmo é a força do dinheiro que eles usam para garantir toda a impunidade. E eles sabem: esta força, num país como o Brasil, não falha. 

A inocência destes marginais é tão verdadeira quanto ás árvores de natais cheia de algodão para imitar a neve, num país tropical onde a neve nunca cai. 

A estes deixo a minha mensagem de Natal. 

Espero que saboreiem este período de festa como nunca antes saborearam. Espero que vocês se sintam abençoados como nunca antes se sentiram. Espero que vocês se divirtam e riem como nunca antes o fizeram. 

Eu continuarei esperando o meu dia de celebrar.
Só vim para lembrar que não tenho pressa.  
Quem espera 15 espera 30. 

2 comentários:

  1. A culpa é do nosso arcaico código penal que é do final dos anos 30. É culpa também da maldade humana pôs quem recebe para fazer justiça nem sempre a faz ... 😔

    ResponderExcluir