Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

sábado, 12 de março de 2016

Aberta a temporada de oferta de propinas.

O TJMG (Tribunal de Jagunços de Minas Gerais) acaba de abrir a temporada de propinas. Eu explico. Como de praxe, os desembargadores utilizaram os jornais mineiros para a seguinte manchete:


Esta é a senha para avisar aos advogados que desembargadores estão à espera de uma oferta de propina.

Segundo o Ministro Fux, a sociedade não aceita mais essa presunção de inocência de uma pessoa condenada que não para de recorrer. Mas no TJMG, tal decisão apenas serviu para aumentar o número de recursos. Os advogados dos médicos entraram com uma liminar para aguardar em liberdade o julgamento do Habeas Corpus. Nem mesmo o Habeas Corpus precisa ser aguardado. 

Além disso, ficou comprovado que sequer estão cumprindo as medidas cautelares, já que dois médicos estão foragidos, o que seria, por si só, motivo para levá-los a prisão.

Mais tarde farei um vídeo explicando detalhes deste assunto.

Atualmente 300 pessoas foram detidas em MInas Gerais após decisão do STF. Os médicos de Poços de Caldas foi o primeiro caso e único de soltura dos presos. Portanto, o recado foi dado pelos jornais:

- Doutores, hora de fazer a oferta!!

Será que eu posso dar um lance, ou é só para bandidos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário