Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

domingo, 30 de novembro de 2014

Onde está Wally em 2014.

Imagine que você tem um bom emprego, e em outubro receba a notícia de que seu contrato não será renovado em dezembro. O que fazer?

Se você é uma pessoa responsável, iniciaria a busca por um novo emprego sem prejudicar o seu atual contrato, cumprindo com as suas obrigações e respeitando o dinheiro que recebe. Isto para quem é responsável e possui o mínimo de caráter.

Isto, porém, está acontecendo neste momento na ALMG. O queridinho do sul de Minas (não tão queridinho assim), Carlos Mosconi, abandonou o cargo após perder as eleições. Sabe o povo? Aquele que Mosconi jurava dedicar sua vida? Está a ver navios. Mosconi não aparece na ALMG desde que perdeu a eleição. O jornal O TEMPO, cujo proprietário é amigo pessoal de Mosconi e colega de partido, publicou está notinha:
Presenças na Assembleia Como o Aparte já destacou, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais tem tido dificuldades de obter quórum para votações neste semestre. Entre os dias 12 e 19 deste mês, foram agendadas cinco sessões ordinárias. Na primeira, apenas 26 dos 77 deputados compareceram. Na segunda, 19 deputados. Na terceira, na última sexta-feira, apenas três parlamentares. 
No início desta semana, a presença melhorou um pouco. Na terça-feira, 45 deputados registraram presença no plenário. No dia seguinte foram 42 parlamentares batendo ponto na Assembleia. 
No período analisado, 14 deputados estaduais se ausentaram de todas as sessões ordinárias realizadas na Casa Legislativa. São eles: Alencar da Silveira (PDT), Antônio Genaro (PSC), Antônio Lerin (PSB), Bonifácio Mourão (PSDB), Bosco (PTdoB), Carlos Mosconi (PSDB), Dilzon Melo (PTB), Dinis Pinheiro (PP), Durval Ângelo (PT), Jayro Lessa (DEM), Neider Moreira (PSD), Neilando Pimenta (PP), Pinduca (PP), Tadeu Martins Leite (PMDB) e Vanderlei Miranda (PMDB). 
Acho que o BOSS ou CAPO, está em depressão.

4 comentários:

  1. E ainda assim tem gente em Poços que jura de pé junto que ele era a melhor opção pra cidade. Aposto que nenhum dos seus eleitores sabe disso.
    Porco nojento, é isso o que ele é.

    ResponderExcluir
  2. O MOSCANI tá sumido junto com o AE5.

    ResponderExcluir
  3. O presidente da Assembleia, Diniz Pinheiro, está estudando cortar o ponto dos gazeteiros, segundo a imprensa da Capital. Mexendo no bolso (dimdim) eles trabalham, ou fingem que trabalham. Mas nem ir ao local de trabalho é demais, até mesmo para os padrões brasileiros.

    ResponderExcluir
  4. ESSE GORDO DO CABELO ENGOMADO É RIDÍCULO.

    ResponderExcluir