Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Revenge!

Demorou mas está ai. O futuro desempregado Carlos Mosconi está usando seus últimos suspiros para vingar-se de sua base política. Inconformado por ter perdido a eleição, o momento é de fazer vítimas. 

Segundo esta reportagem (clique aqui para ler) a Santa Casa de Misericórdia de Poços de Caldas começou a demitir funcionários. O hospital atravessa um crise muito grande (que já se arrasta desde 2000 quando o tráfico de órgãos foi interrompido), mas só agora (14 anos depois) resolveram tomar medidas drásticas.

Dos 750 funcionários, 21 foram demitidos. A dívida ultrapassa R$ 1,4 milhão, e a estratégia é minimizar esta divida demitindo 21 funcionários, escolhidos a dedo. Obviamente que dentre estes 21, nenhum é parente de Mosconi (ele tem vários parentes empregados pela Santa Casa). Agora o hospital está dizendo que a Secretária de Saúde Estadual não repassa mais verbas. Quem diria? A Secretaria de Saude do governo Anastasia (PSDB) deixou a saúde a ver navios. 

Eu já esperava por esta vingança. Esta máfia é vingativa. Por outro lado esta é a forma que Mosconi tem de dizer a todos que sem ele, as coisas serão ruins. Havia um acordo de cavalheiros (nem tanto). Mosconi explora, e todo mundo mama. Sem Mosconi, acabou a mamata. 

O Ministério da Saúde já repassou este ano 19 milhões para a entidade além de outros 5,6 milhões em incentivos. O novo hospital prometido por Mosconi já tinha consumido 15 milhões. É o show do milhão!

Finalmente com o salário destes 21 empregados demitidos, as contas (1,4 milhão) devem ser equilibradas. Não sei como esta matemática funciona, mas estes 21 deviam ganhar muito bem. 

Ai ai ai... Sem Mosconi a vida é um inferno não é mesmo? Pelo menos é o que ele quer que pareça.

6 comentários:

  1. Paulo a justiça e lenta mas um dia ela chega. Eles devem estar sofrendo mais que estar presso. Como te disse um dia, primeiro e perder tudo quem tem,depois a cadeia. Acredito que quanto mais demorar e eles prorrogar ter pagar tanto desembargador bandido vão ficando pobre. Você saberia nos contar a lista de quem foi mandado embora digo dos médicos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo anônimo estive pesquisando e descobri que o Alvaro Ianhez (Joseph Mengele) abriu uma clinica em Manaus (bem longe de MG né ?) e está faturando uma nota. Ele pode escapar ou até mesmo ser absolvido pela justiça dos homens mas da Justiça Divina NINGUÉM escapa.... um abraço

      Excluir
  2. Olá Pavesi, o pior é que o grupo dos coronéis começaram a campanha contra o atual prefeito. Hoje foi a vez do Vereador Tiago Cavelagna que foi ao programa do também vereador Antônio Carlos Pereira ambos PSDB e DEM, para falar que a Guarda Municipal está fadada ao fracasso e totalmente abandonada além de outras criticas. Lembrando que Tiago quando era Diretor do DMAE contrariou uma decisão do Ministério do Trabalho e o DMAE foi multado em 31 milhões de reais. As coisas em Poços são tensas D+.

    ResponderExcluir
  3. Segundo o jornal Folha Popular de 20/11/14, até o mes de setembro a prefeitura de Poços já tinha repassado 31 milhões para a Santa Casa!
    Para o hosp. Santa Lucia "apenas" 19 milhões.
    O dinheiro da Santa Casa deve está sendo usado para pagar as dívidas de campanha do ex-deputado Carlos Mosconi. Tá muito desesperado atrás de dinheiro!

    ResponderExcluir
  4. Será que entre os demitidos alguém agora sabe de coisas e podem resolver abrir o bico? Devem saber muito não?

    E...Além do Jatene que morreu em SP, aqui em Fpolis também morreu um médico, José Paulo de Figueiredo Drummond, já aposentado, 82 anos, mas o corpo não foi doado para a UFSC, para servir aos alunos de Medicina.

    O deles não né? Nem de familiares. Mas campanha para que outros doem corpos seus e de parentes para estudos aí sabem fazer com aquela pieguice de 'santos' salvadores de vidas...

    ResponderExcluir