Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

terça-feira, 10 de março de 2015

Encerrando as atividades do blog

Este é meu último post.

É impossível lutar contra um bando de canalhas, unidos para impor a impunidade num país de merda como o Brasil. Basta de dedicar a minha vida por uma luta insana, sem o menor respaldo, sem o menor auxílio.

É uma covardia imensa o que estão fazendo. Como eu já disse em outro post, é hora de dar a minha filha um futuro melhor, longe do Brasil e desejar para que ela de continuidade em nossa família fazendo descendentes europeus, longe deste lixo. Espero que um dia minha outra filha venha em definitivo e também mude o seu destino. 

Encerro aqui com a certeza de que a impunidade faz parte da cultura brasileira, e conta com o apoio de "autoridades". 

Obrigado a todos que me seguiram. 
O blog ficará no ar para a história, mas é provavél que o derrubem. 
Em breve o meu segundo livro.


15 comentários:

  1. Paulo,
    infelizamente isso já era esperado. Aqui no Brasil tudo é comprado e tudo pode ser vendido. Prova é esse "julgamento" que pelo visto nunca ocorrerá e deverá prescrever.
    Não dá pra dizer que entendo sua decisão, mas pelo bem das pessoas que te seguem aqui, e tem consciência da existência da mafia dos órgãos de Poços, não pare de publicar os podres desses vagabundos! Nós precisamos saber de tudo...
    Fique com meu cordial abraço.

    ResponderExcluir
  2. Tenho seguido o caso dó Paulinho desde ke tomei conhecimento dele,nunca me manifestei pois sinceramente nem sabia o ke dizer perante a mostrosidade ke fizeram com teu filho, confesso ke me sinto revoltada e enojada com todo o processo ke se arrastou tantos anos,mas sinceramente ainda tinha alguma esperança ke alguma justiça fosse feita( ingenuidade minha),mas afinal os canalhas venceram!! Apenas tê posso desejar ke consigas encontrar a paz de espírito necessária para seguires com a tua vida e dar-te os parabéns pelo grande guerreiro ke foste numa batalha ke sempre esteve viciada pelos monstros interesseiros, corruptos,assassinos e cobardes ke tiveste ke enfrentar. Beijo com carinho. L.R. Portugal

    ResponderExcluir
  3. Caro Paulo, o MP responsável pelo caso e o citado desembargador (com "d" minúsculo) espelham o nível completamente irrelevante da sociedade brasileira. São apenas pessoas ignorantes de terno e gravata. Estão lá não por mérito biográfico e sim por patrimonialismo e troca de favores. São, portanto, a escória da prática judiciária. Eles não sabem sequer o conteúdo filosófico da luta por reconhecimento. Não termine o Blog, meu caro amigo. Apenas não se deixe surpreender pela completa podridão que é o Brasil atual. Faço o pedido para você continuar, aos poucos, devagar, após um descanso, sem se deixar contaminar pelo odor pútrido que o caráter dessa gente exala.

    ResponderExcluir
  4. Paulo não encerre o blog. Descanse apenas, pois sei que você deve estar enojado com tudo isso. Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. Paulo, amigo de alma...
    Com pesar recebo esta notícia, mas tenha a certeza de que uma organização maior que a deles irá surgir do fundo do poço e irá vingar, como um prato que se come frio, boa parte destas injustiças. muitos destes cairão doentes, outros serão mortos. Espere e verá.
    O pior do Brasil é o próprio povo. mas o povo é ignorante, foi desarmado, doutrinado na ignorância planejada pelos criminosos da política, da Maçonaria que faz pilantropia,e por aí vai...

    O povo precisa acordar...faz muito tempo.

    Ôh povo burro !!! O Brasil, por isso, é um país sem futuro.

    Muita coisa ruim ainda precisa acontecer pro povo deixar de ser idiota: o futebol precisa acabar, o carnaval idem, as novelas,os BBB's da vida, etc.......as boates countries que só tocam músicas de fazer filhinho onde as garotas dão pra qualquer um, na moleza, confundindo liberdade com libertinagem, os garotos com sua parte da culpa por olharem as garotas como objetos descartáveis,enfim, o mundo está explodindo aos nossos olhos...está de ponta cabeça...os valores invertidos.

    ResponderExcluir
  6. Paulo, entendo você, pois tudo isso parece um pesadelo que não tem fim, não é? E que impede de sua vida seguir como deveria ser.

    Como já comentei anteriormente, sou advogada e me afastei completamente do judiciário depois que estagiei um mês na justiça federal, seguido de um mês em um pequeno escritório. Tive nojo ao ver juízes prevaricando o dever de julgar um processo, com medo de ver sua decisão cassada pela 2ª instância (ah, esse ego dos juízes...). Mal sabia eu que isso não era nada perto dos absurdos que correm por aí.

    Estou com todas as forças tentando obter os documentos necessários para requerer minha cidadania europeia e partir desse hospício.

    Quanto a você, aproveite que já está mesmo longe desse pandemônio e esqueça tudo relacionado ao Brasil. É o melhor que você tem a fazer por si mesmo.

    ResponderExcluir
  7. Toda a minha solidariedade a família. Infelizmente não podemos confiar na justiça de Minas Gerais. É lamentável o que aconteceu e que os monstros responsáveis por tamanha atrocidade não sejam punidos. É triste morar em Minas Gerais e saber que a impressa está amordaçada e não pode divulgar toda a atrocidade por trás deste crime e daqueles outros 7 casos suspeitos. Te desejo muita força para continaur com a sua luta.

    ResponderExcluir
  8. Ola Paulo, ha alguns anos acompanho seu blog, acesso quase diariamente, tambem sou pai e admiro muito sua luta e li seu livro, sou apenas mais um seguidor, porem tudo que foi escrito tem um valor muito grande para mim, apesar de não nos conhecermos pessoalmente, seria um prazer, confesso que sentirei falta do seu blog, mas respeito sua decisão, vc é um cara corajoso e tenha sempre sua cabeça erguida e com certeza lerei seu proximo livro.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  9. Olá Paulo,
    Acompanho seu blog e nunca tive coragem de escrever uma linha que fosse,
    Pois sempre senti que qualquer coisa que escrevesse não faria sentido pela gravidade da tragédia que devastou sua vida...
    Nenhuma manifestação de indignação, solidariedade ou seja o que for vai atenuar ou amenizar os efeitos nefastos e as feridas que se encontram abertas.
    Um filho, um filho e tudo o que temos e é o que temos de melhor, o melhor de nós.
    Tenho um filho que tem a mesma idade que teu filho teria hoje, nascido no mesmo ano e é uma benção em nossas vidas. É um homem honrado e sensível, um filho amoroso.
    Um dia numa pesquisa me deparei com teu livro, baixei e consegui ler, me senti como se fosse responsável por todo o descaso, desrespeito, falta de amor pelo nosso semelhantes, porque faço parte de uma sociedade cruel e mesquinha. Onde o dinheiro, o poder de todos envolvidos (médicos, juristas, e toda essa famigerada máfia) que decidem sobre nossas vidas tiram tudo da gente e fica assim essa sensação de que tudo foi em vão que não somos nada e que somos instrumentos da sanha dessa gente. O brasil com b minúsculo te deve tudo pois te tiraram quase tudo, porque não te tiraram o discernimento a honradez a fé, a fé em você mesmo, porque se não nem estaria de pé, depois de tanto apanhar.
    Quero que um dia encontres a paz e justiças que tanto buscas, que o futuro seja melhor pra você e todos que estão a tua volta. Muitas vezes é preciso esquecer para seguir em frente. Esquecer tudo que nos faz sofrer e nos diminui como pessoas.
    Você mudou meu modo de ver as pessoas, o mundo.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  10. Amigo Paulo,
    aqui quem escreve é seu amigo Braguinha, do Ceará.
    Fiz o convite para vc visitar o CE um dia e continua de pé.
    Serei seu cicerone.
    Amigo, acompanho seu blog há mais ou menos 01 ano e neste meio tempo aprendi a amar seu filho como se fosse meu.
    Sempre, mas sempre mesmo, que tenho chance, falo do seu filho, seja na escola aonde dou aulas, nas reuniões de família, na rua com amigos etc. Vc através do seu blog, tem sido um farol a iluminar essa luta. Fiz um adesivo e colei no carro dizendo A VERDADE SOBRE A DOAÇÃO DE ÓRGÃOS, ACESSE ppavesi.blogspot.com
    Imprimi dois livros, já o li, e doei para duas bibliotecas de minha cidade e ainda coloquei um cartaz para avisar todo mundo, posso te mandar fotos disso se vc quiser.
    Foi usando este blog como fonte que a revista MUNDO ESTRANHO publicou seu caso ano passado, eu te mandei as fotos.
    Por isso, eu te peço, encarecidamente, meu amigo, não encerre o blog. Tenho certeza que milhares de pessoas o acompanham, mas poucos comentam pq brasileiro é assim, acostumou-se somente a acompanhar, não participar.
    Não encerre o blog, basta vc escrever apenas em dias especiais, que eu tenho certeza que vc vai sentir vontade de escrever novamente, e se vc encerrar o blog vai escrever onde? O blog tb tem um arquivo, que prova tudo o que eu falo pros outros.
    Escreva apenas então no dia do aniversário do Paulinho, ou no dia da tragédia, mas não encerre o blog. Não os deixe vencer esta guerra. Se vc encerrar o blog, estará abandonando a todos nós, leitores fiéis.
    Amigo, sei que vc está desanimado, sei que vc precisa se dedicar a seus outros filhos, mas deixe o blog vivo.
    Do seu amigo que aprendeu a amar vc e seu filho,
    Braguinha.
    Meu facebook: Braguinha Show

    ResponderExcluir
  11. http://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/noticia/2015/03/medicos-acusados-de-remocao-ilegal-de-orgaos-sao-presos-em-pocos-mg.html

    ResponderExcluir
  12. Acompanhando o caso.23 de março de 2015 18:49

    Não desista, não se cale, precisamos da sua voz...
    Olha só o q aconteceu hj:

    http://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/noticia/2015/03/medicos-acusados-de-remocao-ilegal-de-orgaos-sao-presos-em-pocos-mg.html
    http://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/noticia/2015/03/medicos-acusados-de-remocao-ilegal-de-orgaos-sao-presos-em-pocos-mg.html

    ResponderExcluir
  13. não desista! O caso de seu menino abriu o caminho. Hj teve alguns que voltaram p/ cadeia por conta de outro caso, que só veio a tona por conta de td qto vc passou!

    ResponderExcluir
  14. Não, Raquel. Muito resultado foi alcançado, como vc pode ver no livro do Pavesi. Do começo até hoje, muito caminho foi andado, mas nem tudo ou quase nada são flores, quando o assunto é tráfico de órgãos...

    ResponderExcluir
  15. Olá Paulo, indignada com sua história e triste ao mesmo tempo.Estou no 7º semestre de Direito na UNIC ( Universidade de Cuiabá). Leio tudo sobre a sua Historia pois o tema do meu TCC é TRÁFICO DE ÓRGÃOS.
    Gostaria muito de te conhecer mais moramos muito longe um do outro eu creio. Quero muito citar seu caso no meu trabalho se você permitir é claro.Te enviei um e-mail se puder me responder fico muito grata.

    Atenciosamente;

    DANIELA NERI

    ResponderExcluir