Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Inovaçao na defesa de acusados - em especial - Medicos

Uma reportagem do G1 ouviu a familia da ex-procuradora Larissa Sacco, sobre a prisao do medico no Paraguai. Vejamos o que ela disse:
A irmã de Larissa disse não acreditar nos depoimentos das vítimas do ex-médico. A família tem acompanhado as notícias, segundo ela, incrédula. Mas por ora, não deseja se posicionar. “Nós temos nossas certezas também e essas mulheres falando absurdos que a gente escuta, tem coisa que a gente dá risada. Não queremos falar porque não vai adiantar nada. Estamos emocionados, está difícil”, disse ela. 
Para Maria Cândida, Roger Abdelmassih não cometeu nenhum crime. “Nós acreditamos na inocência. No nível que estão falando das coisas é um absurdo. Isso é um absurdo. Nós não acreditamos em nada disso porque nós conhecemos a pessoa".
Ahhhh booommmm! Elas conhecem "a pessoa". Entao é inocente! Nao ha mais que se discutir nada. A familia da ex-procuradora conhece a pessoa e garante que ela é inocente. A familia de Larissa da risadas dos depoimentos. Este é um novo metodo que vem sendo usado quando o acusado é medico. 

Se alguem conhece "a pessoa", ela é inocente! 

Mas e as acusaçoes, as provas e os depoimentos da vitimas? Nao valem nada?

Nao! Vale o fato de que alguns conhecem "a pessoa".  

Sera que conhecem? O que podemos dizer do nosso vizinho? O fato de o conhecermos o isenta da pratica de qualquer crime? 

Uma pessoa com amplo conhecimento em medicina, como é o caso desde sujeito, nao pode cometer crimes? Ou os DNAs destes medicos sao programados para que nao cometam crimes? Qual a logica utilizada para concluir que medicos nao cometem crimes?

Ahhhh... Sao Deuses! Deuses nao cometem crimes.

Quantos pais de familia, que em publico parecem ser exemplares e em suas casas espancam e maltratam suas esposas e filhos? E pais pedofilos? Nao existem porque alguem os conhecem? 

Larissa Sacco tem 37 anos e Abdelmassih tem 72. Parece que ele gosta das mulheres mais novas. Ora mas isto é um problema deles nao é mesmo? Um senhor de 72 anos pode se casar com mulheres mais novas. Mas tambem é inegavel que o dr., mesmo aos 72 anos, tenha um certo apreço pela carne. Quem o conhece deve saber nao é mesmo?

Mas no Brasil atual, podemos mudar o rumo das coisas. Basta inverter os polos. As 37 vitimas mentiram. So o medico é quem diz a verdade. Elas juntaram-se para destruir a vida de um homem integro, respeitado e querido por aqueles que conhecem "a pessoa". Por nada! Sao pessoas ruins que gostam de destruir a vida alheia. Fazem isto por prazer.

Em Poços de Caldas tambem é assim. O que fizeram com as 8 vitimas é tudo mentira. A unica verdade de toda a historia é o filminho do medico chorando. Afinal, muitos conhecem "a pessoa". Queremos destruir a vida destes medicos por esporte. Dedico quase 24 horas do meu dia neste assunto, ha 14 anos, por nao ter o que fazer. Escolhi este grupo para ser meu alvo. Nao fizeram nada de errado. O ruim sou eu e meu filho que - vejam so - sofreu um acidente. 

Medicos salvam vidas. E em ambos os casos, salvam mediante a um certo lucro.

Abdelmassih e os medicos de Poços de Caldas seriam incapazes de fazer qualquer coisa do que sao acusados. As acusaçoes sao umas besteiradas. O problemas sao as vitimas e suas familias, mentirosas, falsas e que querem destruir a honra de "pessoas" ilibadas. 

Em ambos os casos podemos perceber que a relaçao das "pessoas" com membros do Ministerio Publico costuma ser bem proxima. Mas sao apenas coincidencias. 

So estou estranhando que o CFM (Conselho Federal de Medicina) ainda nao tenha publicado nenhuma nota no horario nobre em defesa da "pessoa" inocente e injustiçada de Abdelmassih. 

Eles costumam fazer isso. 

Nao demora muito para fazeram uma procissao com a  Nossa Senhora do Jaleco Branco e o Doutor Jesus Cristo. Sao religiosos ao extremo! Eu conheço a "pessoa".

Nenhum comentário:

Postar um comentário