Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

domingo, 31 de maio de 2015

Quero ser grande, ainda que seja mentindo.

O Brasil tem um sério problema de complexo de inferioridade. Nossos governos não fazem a lição de casa e o resultado é o atraso e a falta de progresso de uma nação que tem tudo para ser a primeira do mundo. Uma pena que sobre corrupção.

Para superar os problemas usam a mentira pois, sabem que a maioria de nós nunca vai verificar se é verdade ou não. Acostumamos a acreditar só naquilo que o Jornal Nacional fala. O resto é como se não existisse. Com a internet ficou mais fácil. Qualquer notícia e aparece alguém dizendo que é um boato e pronto. Mas quando interessa, não importa a fonte, todos juram que é verdade.

O Ministério da Saúde vem dizendo há vários anos que o Brasil tem o maior programa de transplantes do mundo. Será? 


O gráfico acima foi publicado pelo Economist, cuja fonte foi o Global Observatory on Donation and Transplantation referente a dados de 2013. O Brasil aparece em 16a posição atrás de países como Iran (onde você pode comprar um rim com a ajuda do governo) e Turquia. Mas acreditamos que somos os primeiros! 

Uma explicação seria que boa parte dos transplantes no Brasil podem estar sendo realizados por debaixo dos panos, no mercado paralelo, e não podem ser contabilizados pela Global.

Mais interessante ainda é saber que países como a Itália não possuem um marketing agressivo como é o brasileiro para a doação de órgãos. As pessoas decidem doar sem pressão ou chantagens emocionais como acontece no Brasil. No Reino Unido, ao se inscrever no sistema de saúde, você pode optar ou não por ser doador. Isto ficará registrado em sua ficha e ninguém mais falará no assunto até que você venha a ser um potencial doador. Neste caso, a família é informada sobre sua opção e a doação é realizada. Tanto Itália como UK fazem mais transplantes que o Brasil, mesmo tendo populações bem inferiores em números.

Diante destes fatos, fica cada vez mais difícil acreditar em um sistema que mente descaradamente para os brasileiros afim de conseguir os seus órgãos.

5 comentários:

  1. ola, boa tarde?
    Como funciona essa compra de orgaos no ira com a ajuda do governo?
    Vc poderia me passar a sua fonte dessa informacao, por favor?
    Agradeço

    ResponderExcluir
  2. Olá Anônimo. Claro que posso passar a fonte.

    Você pode checar no Wikipedia primeiramente.
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Tr%C3%A1fico_de_%C3%B3rg%C3%A3os

    Neste link você verá que China, Iran, India e Filipinas possuem venda de órgãos praticamente legalizadas. Se você tiver um pouco de paciência, basta procurar documentários e sites que falam sobre o assunto. São inúmeros.

    ResponderExcluir
  3. No Irã a prática de vender um dos rins para lucro é legal. O Irã atualmente não tem listas de espera para transplante renal. As vendas renais são legais e reguladas. A Associação de Caridade para o Apoio à Pacientes Renais (CASKP) e a Fundação de Caridade para Doenças Especiais (CFSD) controlam o comércio de órgãos, com o apoio do governo. As organizações combinam doadores aos destinatários, e criam testes para garantir compatibilidade. Os valores pagos ao doador no Irã variam, mas os valores médios são de $1200 para a doação de rim. Oportunidades de emprego também são oferecidas em alguns casos. Tem sido argumentado que o sistema iraniano é em alguns aspectos coercitivos, como mais de 70% dos doadores sendo considerados pobres pelos padrões iranianos. Há também evidências de resultados altamente negativos tanto na saúde e bem-estar emocional para os doadores iranianos.

    ResponderExcluir
  4. Olá Paulo...
    Sou completamente leiga no assunto, porém gosto de estar bastante informada. Uma vez eu vi um filme sobre o tema e decidi pesquisar mais sobre. Descobri o caso do seu filho, que na época, eu tinha 9 anos. Então não lembraria mesmo.
    Baixei seu livro e acompanho o blog e algumas noticias. Me coloco no seu lugar e fico muito triste pelo o que aconteceu. Torço muito para que dê tudo certo, por mais que pareça difícil com a justiça que temos por aqui...
    Força!!!

    ResponderExcluir
  5. ei amigo, mais uma pequena vitória: uma professora me pediu uns vídeos sobre doação de órgãos pra ela mostrar aos alunos, mais de 90, então coloquei junto a reportagem do seu caso no fantástico e no Jornal da Band.
    Mais pessoas serão alertadas sobre a verdade!

    ResponderExcluir