Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Finalmente o Hospital Santa Elisa manifestou-se!

31 de agosto de 2016
Nota de Esclarecimento
 O Hospital Santa Elisa Ltda., a respeito da publicação intitulada “Tráfico de órgãos: utilidade pública. Você mora em Jundiaí? ”, de autoria de Paulo Airton Pavesi, veiculada pelo Facebook, em 29 de agosto de 2016, na página denominada Jundiaí Reclame Aqui, e pelo blogspot ppavesi.blogspot.com.br, tem a esclarecer o que segue.
Em 29 de agosto de 2016, Paulo Airton Pavesi publicou na página do Facebook denominada Jundiaí Reclame Aqui, um link para o anúncio veiculado em seu blogspot (http://ppavesi.blogspot.com.br/), no qual afirma que o Hospital Santa Elisa Ltda. deve ser evitado, por manter em seu quadro clínico médico supostamente criminoso.
Diante disso, destaca o Hospital Santa Elisa Ltda. seu repúdio às ofensas veiculadas por Paulo Airton Pavesi nas redes sociais supramencionadas, por serem absolutamente inverídicas e levianas, tendo em vista que todos os médicos que atuam no nosocômio estão regularmente inscritos no Conselho Regional de Medicina competente e plenamente habilitados para o exercício da profissão, inexistindo qualquer fato que desabone a conduta desses profissionais ou da instituição hospitalar em si.
Como é do conhecimento público, os fatos narrados por Paulo Airton Pavesi remetem a um caso notório, ocorrido no ano de 2000, na cidade de Poços de Caldas/MG e, portanto, fora das dependências do Hospital Santa Elisa Ltda.
É certo, ademais, que a investigação a respeito do referido acontecimento vem sendo conduzida pelas autoridades competentes, desde sua ocorrência, e ainda não foi concluída, pelo que todas as afirmações publicadas por Paulo Airton Pavesi, via redes sociais, relacionadas ao Hospital Santa Elisa Ltda., são absolutamente levianas e despropositadas, visto não guardarem qualquer correspondência com a realidade.
Por conta disso, o Hospital Santa Elisa Ltda. já adotou as medidas judiciais cabíveis e necessárias à remoção das postagens mencionadas e ao devido ressarcimento e indenização do flagrante prejuízo da publicação de informações inverídicas ao interesse público e ao próprio nosocômio.
Por fim, o Hospital Santa Elisa Ltda.informa seu compromisso irrestrito de colaborar com as autoridades competentes, no que for necessário, para elucidação dos fatos, se eventualmente puder contribui para tanto.

Caros leitores, eu fiquei muito honrado pela citação deste hospital. Em minha publicação eu disse e reafirmo neste momento que Álvaro Ianhez é o responsável pela morte do meu filho e mais dezenas de pacientes para fins de tráfico de órgãos, e que o hospital Santa Elisa está dando cobertura a um assassino psicopata, frio e calculista. O Brasil possui excelentes médicos, e não há necessidade de contratar um assassino para atender seus pacientes. Se o faz, está o protegendo de alguma forma.

Eu não estou preocupado com a notícia de processo, até porque o que eu disse é a pura verdade. Leviano é um hospital ter em seu quadro de médicos um assassino e dizer para a população que é seguro! Vocês pagam um plano de saúde caro para ser atendido por um assassino e devem lutar pelos seus direitos.

No meu blog ninguém mexe. Se retirarem qualquer página publicarei novamente. Se tirarem meu blog do ar, criarei outro onde serei ainda mais ofensivo.  O direito de falar e escrever é humano. Não será uma justiça de merda - como é a brasileira - que vai calar a minha voz.

Reafirmo com todoas as letras: O Hospital Santa Elisa em Jundiai está protegendo um assassino (um serial killer). Se não houve uma decisão ainda do caso é porque ele tem poderes políticos que impedem que o julgamento aconteça. 

Desconfio que o Hospital Santa Elisa esteja planejando ser um grande fornecedor de órgãos humanos para filas privadas de médicos na Capital do estado. Portanto, abram os olhos. Frequentar o hospital Santa Elisa é sinonimo de risco à vida. Basta ver em postagens pela internet que o hospital já é alvo de inúmeras reclamações pela baixa qualidade de serviços prestados.

Mais uma vez, Álvaro Ianhez se esconde em uma instituição para que a mesma faça a sua defesa já que ele não tem como se defender das verdades publicadas por mim.

Como sempre, o hospital se esconde atrás dos conselhos de medicina, como se eles fossem tribunais sérios. Como se não houvesse corporativismo. Pois bem. Veja o que os conselhos de medicina fazem.


Atentos municipes de Jundiai. A bandidagem está solta!!!

Meu blog está aberto a denúncias contra o hospital. Qualquer fato que você tenha presenciado ou sofrido, eu serei a sua voz para publicá-lo. Não precisa identificar-se. Mande-me sua história e vamos mostrar o caráter de atendimento deste hospital.

Abraços à todos os cidadãos de bem em um país de bandidos.

Um comentário:


  1. Caro Paulo

    Saudações


    Pagamos por um plano de saúde caro para ser atendido por assassinos e despreparado para lidar com vidas. Onde Alvaro Ianhez "passa" acontece episódios cabulosos de "morte encefálica" e outras mortes sem a "menor explicação".Ha quatro anos minha esposa fez cirurgia e teve complicações.A principio parecia tudo sob controle(segundo os médicos) mas quando ela deu entrada na UTI tudo ficou desfavorável. Passou uma semana internada a perdemos. Perdi minha esposa porque confiávamos muito nas palavras do médico. Houve um assédio muito grande por parte das assistentes sociais do hospital para que eu autorizasse a retirada dos órgãos da paciente ainda no primeiro dia em que ela deu entrada na UTI. Na época não sabia o que estava acontecendo nem imaginava que se pudesse induzir um paciente ao coma para fins de retirada de órgãos.Hoje sei que por dinheiro esses assassinos são capazes de fazer tudo! Consultei diversos advogados para entrar com ação junto ao hospital, mas estranhamente quando eu revelava detalhes do caso eles diziam que não podiam me ajudar.Manaus está em plena campanha a favor da doação de órgãos mas é uma pena que tudo isso não passa de publicidade. Ianhez fez escola nesta terra em tudo se fala que doar órgãos é bom...Aos desavisados todo cuidado é pouco.


    ResponderExcluir