Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Quem cala, consente

Caros leitores,

Em 03 de maio de 2016, os desembargadores Flavio Batista Leite, Karin Emmerich e Wnaderley Salgado Paiva, anularam sentença condenatória dos assassinos do meu filho, alegando que eles tinham direito à juri popular. O crime praticado foi retirada ilegal de órgãos causando a morte da vítima (no caso meu filho de 10 anos) e não homicídio, como sugere o trio maravilha.

Eu soube que Flavio Batista Leite, o relator da anulação, recebeu 500 mil reais da máfia para anular a sentença. Denunciei em vídeo, no meu blog e também ao CNJ. Como sempre, as denuncias são ignoradas. Eles estão protegendo a máfia.


Já faz 5 meses que fiz estas denuncias e nenhum dos denunciados me processou, o que significa dizer que eles sabem que não podem me processar, pois eu posso provar o que estou dizendo.

Quem cala, consente.

Se eu fosse processado, seria a única forma de levar a corrupção para o banco dos réus, e como eles não querem isso, são obrigados a silenciar. Este é o Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário