Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Extra - Brasil descobre alienígenas entre os brasileiros

Não é piada. É sério!

O Ministério da Saúde e a Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos anunciaram que houve um aumento de 90% nas doações de órgãos no país. Com este aumento a fila de transplante tende a diminuir e muito.

No ano passado, a fila de espera por um órgão que tinha mais de 64 mil pessoas, caiu para 30 mil da noite para o dia. Deve ser graças a este aumento!

O problema é que existem algumas pessoas que ainda aguardam há mais 10 anos por um rim! Durante estes 10 anos, outras pessoas esperaram muito menos e foram transplantadas. Alguns ficaram 2 anos na fila, outros 40 dias (como no caso de Poços de Caldas) e outros nem esperaram. Há casos em que um paciente foi transplantado 3 vezes neste período, enquanto um paciente passou conectado a uma máquina de hemodiálise.

Segundo autoridades brasileiras, o sistema de transplantes é imune a fraudes e tráfico de órgãos é apenas uma lenda urbanda. Então qual seria o motivo para que alguém tenha de esperar um rim por 10 anos? 

Vejamos as possíveis causas:

1. Em 10 anos não morreu ninguém compatível com o receptor. Só de assassinato morrem mais de 60 mil por ano. De acidente outros 50 mil. Somando os mortos nestes anos temos um total de 1.100 milhão sendo que nenhum deles foi compatível. 

2. O paciente não estava em condição de receber um órgão devido a problemas de saúde. Este paciente está há 10 anos sem condição de receber um órgão, mas ainda está vivo?

3. O paciente receptor é nomade e nunca é encontrado quando um órgão compatível é doado.

Muito bem. Analisadas as causas, chego a seguinte conclusão.

Paciente Marijsaijidahfas da Silva
Aguarda um rim há mais de 723 anos
A única hipótese aceitável seria a dificuldade em encontrar entre os humanos, alguém compatível para a doação do rim. Se em uma década, nenhum humano morto foi compatível com o receptor é evidente que este paciente é um alienígena. Eis a dificuldade em encontrar alguém compatível. Enquanto vários humanos passam a frente na fila de espera, os alienígenas vão ficando até encontrar um outro alienígena morto compatível.

Desta forma está comprovado que existem aliens entre os humanos. E para o azar deles, eles também tem problemas renais. 

O blog conversou com a paciente  Marijsaijidahfas da Silva, de outra galaxia, e que aguarda um rim há mais de 723 anos.

Blog: Como você se sente aguardando tanto tempo na fila? Isto desanima você de alguma forma?
Silva: Eu tenho muita fé em Duiuores e sei que meu dia vai chegar e vou poder viver uma vida normal.

Blog: O que mais deixa você triste em relação a esta espera?
Silva: Eu vivo com a possibilidade da morte todos os dias. Não sei se vou conseguir chegar a ter 2.000 anos. Minha juventude está prejudicada. Estou pálida e meus olhos estão escurecendo.

Blog: Se você tivesse de fazer um apelo, qual seria?
Silva: Gostaria de pedir para que as leis espaciais fossem menos rigorosas com quem bebe plutônio e pilota suas naves embriagado. Com esta lei da radiotividade seca, poucas pessoas morrem de acidente e nós que aguardamos um órgão, como fazemos para ter esperança?

Blog: Você confia no sistema de transplante terraqueo?
Silva: Olha, confiar eu não confio. Meu vizinho recebeu um rim e precisou esperar só 100 anos. Eu estou há mais de 723 e nada acontece. Mas peço para você não publicar esta resposta porque os médicos podem não gostar e me colocar no fim da fila. Por favor!!!

Blog: O blog deseja sucesso à você e que seus sonhos se realizem.
Silva: Amemnsmsnaodijf

2 comentários:

  1. Paulo, essa dos aliens foi bem melhor q aquelas piadas...kkk...adorei!Bj Cintia(Belém-PA)

    ResponderExcluir
  2. Ah, então é por isso que o ET mora em Varginha? Fica perto de Poços de Caldas, a terra da Máfia?

    ResponderExcluir