Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

sexta-feira, 19 de junho de 2015

World Trade Center

Paulinho foi assassinado em abril de 2000.

Em Setembro de 2001, acompanhamos estarrecidos o ataque às torres gêmeas. Quem não se lembra? O mundo nunca vai esquecer não é mesmo? 

Em 2006 teve início a construção do One World Trade Center no mesmo local onde ocorreram os ataques. Em 2015 a obra está praticamente concluída.

Durante estes 15 anos, enquanto aconteceu o ataque e a reconstrução do World Trade Center, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais não conseguiu concluir o caso da Máfia do Tráfico de órgãos e ainda não há previsão alguma para isto aconteça. 

Como já escrevi em diversos outros posts, não se discute mais a inocência. Está provado que o crime foi cometido. O que está em discussão agora é como aplicar a impunidade. Como fazer para que os assassinos de pacientes em situação delicada de saúda para servir de peças de reposição, livrem-se das condenações. Livrem-se das grades. Afinal, máfia é máfia.

O processo se arrasta para que membros do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, possam extorquir os criminosos. Enquanto o tempo passa, a propina rola solta. É um habeas corpus aqui, um pedido de adiamento de julgamento aqui e até censura ao meu blog.

O Brasil não é um país onde a verdade é aceita. Todos sabemos que quem fala a verdade paga um preço alto, justamente porque a justiça tem a tendência de beneficiar aquele que tem dinheiro e não aquele que tem a verdade. 

Para se ter uma idéia de como funciona o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, vou citar um dos casos. Um médico foi condenado em 1a instância a 11 anos de prisão. Na 2a instância, o tribunal confirmou a sentença afirmando que a culpa está provada, mas reduziu a pena para 5 anos. 

Um médico que participou da retirada de órgãos de uma pessoa viva, ganhou de brinde 6 anos! O bônus que ele obteve, foi maior do que a condenação que restou!!!

O Tribunal confirma que ele cometeu o crime, e alivia a pena em mais da metade. Sabe o que isto signfica? Significa proprina. Desembargadores levaram uma grana para reduzir a pena, pois reduzindo a pena para 5 anos, o médico passa a ter direito ao regimo semi aberto. Vai continuar trabalhando e matando pessoas, com a benção do TJMG.

Agora, eles estão preocupados em retirar este blog da internet e censurar o que eu digo. Ao denunciar o óbvio, eu comprometo mais uma vez a existência de uma máfia. Eu escancaro novamente uma estrutura onde o dinheiro é inimigo da verdade. 

O Brasil nunca será nada além de uma republiqueta das bananas, porque é isso que acontece quando as verdades são censuradas. Proteção aos que cometem crimes em detrimento da sociedade.

Os EUA ainda vão realizar muitas obras sem que o caso das Máfias chegue a um fim. É como um paciente que o médico não cura a vida toda para não perder o lucro. 

Aliás, atualmente eles não curam e matam para vender órgãos. Com o selo de qualidade TJMG.

2 comentários:

  1. 15 anos é tempo pra caramba. Não dá pra explicar tão fácil, não. Tem muito angu por baixo desse caroço, ou vice-versa...

    ResponderExcluir