Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

terça-feira, 7 de julho de 2015

Extra, extra, extra!! Procurador responsável por transferência ilegal é exonerado

Subsecretário de Administração prisional de Minas é exonerado

A crise na Secretaria de Estado de Defesa Social, comandada pelo ex-deputado federal Bernardo Santana (PR), fez sua primeira vítima. O subscretário de Administração Prisional e procurador de Justiça, Antônio de Padova Marchi Júnior, foi exonerado. Em seu lugar deve assumir o coronel Edilson Ivair Costa que, até junho, chefiava a 18ª Região de Polícia Militar, que responde pela região do Sul de Minas. 

Padova foi o autor de uma carta que começou a circular há dois meses nas redes sociais com críticas às nomeações de apadrinhados políticos para cargos estratégicos dentro do sistema prisional, que enfrenta super lotação. Outras mudanças devem acontecer ao longo da semana na Superintendência de Administração Prisional. Devem sair também os responsáveis pela administração das vagas do sistema prisional e possivelmente o chefe de gabinete de Padova, Samuel Marcelino.


Antonio de Padova Marchi Junior e sua assessora especial (marmita), tramaram a transferência dos médicos de Poços de Caldas ilegalmente para Três Corações. Padu, como é conhecido, transferiu os médicos para protegê-los e garantir regalias, conforme demonstram vários documentos. Esta história você vai conhecer amanhã em detalhes no vídeo que irei postar.

Como somos todos idiotas, vamos acreditar que ele foi exonerado por uma cartinha espalhada pelo Facebook, conforme insinua a reportagem, e não pela transferência ilegal. No Brasil eles podem falar o que quiserem. Todos acreditam!

3 comentários:

  1. Permita-me Paulo, ser excluído desse universo de brasileiros idiotas, pois está claro que o seu blog está fazendo efeito com a persistente denúncia da vergonhosa manobra jurídica perpetrada por Abritta que aluga a piriquita e o Padu que agora tomou no C...

    ResponderExcluir
  2. Talvez você não tenha entendindo o sentido da frase. Nós não somos idiotas. Mas somos tratados como idiotas.

    ResponderExcluir
  3. é ridículo... num país sério, esse procurador de merda estaria na cadeia. brasil, você merece o que você é!

    ResponderExcluir