Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Imprensa local tenta mais uma vez distorcer os fatos em Poços de Caldas

Como voce pode ver no post anterior, a "festa" feita pela imprensa em relaçao a sentença civel do Tribunal de Justiça Federal de Minas Gerais, era na verdade uma grande farsa. Ha anos, esta imprensa que vive de esmolas de Carlos Mosconi, vem se ajoelhando para as vontades do mafioso. Tal festa ja acontece ha muitos anos. A imprensa local simplesmente ignora a verdade dos fatos e publica somente o que interessa a mafia.

E para provar isto, exibo esta entrevista realizada em 2001, pelo radialista Chico de Assis, proprietario da Radio Cultura de Poços de Caldas. A entrevistada foi Regina Cioffi, ex-diretora clinica da Santa Casa, e que conhece muito bem os detalhes destas macabras cirurgias que so eram realizadas apos a meia noite - quando o hospital nao tinha muito movimento. Cioffi sabe tambem de detalhes sobre a morte de Carlao. Foi ela a primeira pessoa a dizer que se tratava de um suicidio, muito antes da policia se manifestar ou investigar o caso.

A diretora clinica deixou o hospital, e como todos bem conhecemos o Brasil, ela foi para areas mais ferteis. Candidatou-se a vereadora e foi eleita com extrema facilidade. Sim amigos! Quanto mais sujo, maiores as chances de ganhar uma eleiçao. Na foto ao lado, Regininha Poltergeist comemora o lançamento da Campanha de Pimenta da Veiga, ao lado do seu fiel escudeiro Dom Carlos Mosconi. Scafi, socio de Mosconi e um dos condenados, tambem tentou entrar para a politica pelo PSDB-MG, mas nao foi eleito.


Ouça a entrevista concedida em 2001 e em seguida leia os meus comentarios. O audio esta com muito ruido devido a precariadade com que conseguimos registra-lo. Mas é completamente compreensivel. Ja naquele ano, o radialista demonstra que trabalhava para inocentar o medico, e diz - durante a entrevista - que uma equipe do Ministerio da Saude foi até a cidade e informou que nada de errado havia sido encontrado. Nem mesmo o envio das corneas de Paulinho para Campinas, contrariando a lei de transplante, foi considerado um problema. Como sempre, empurrando goela abaixo da populaçao, mentiras com o intuito de acobertar assassinos. Nem mesmo o assassinato de uma criança é capaz de fazer com que uma imprensa vendida seja um pouco honesta.


"Nos ja sabiamos" - Chico de Assis.
"Foi uma injustiça cu (sic) doutor Alvaro" - Regina Cioffi

E o que disse o Ministerio da Saude na epoca? Acompanhe!


Sim amigos! O Ministerio da Saude confirmou que tratava-se de uma mentira, mas se negou a desmenti-la publicamente. A assessora de imprensa Daniela Almeida, do Ministro da Saude Jose Serra foi instruida a desmentir somente se alguem perguntasse. Se ninguem telefonasse ao Ministerio da Saude, a historia ficaria assim mesmo! E como ninguem telefonou, tudo ficou como planejado. A populaçao acreditou que era apenas um boato. E mais! Repare que em nenhum momento eu disse a Daniela, que tinha ouvido a historia pela Radio Cultura e a assessora de imprensa diz "se a propria radio ligar...". Como ela sabia que foi a radio que veiculou isso? Isto, caros amigos, chama-se MAFIA. O Ministerio da Saude de Jose Serra, que pagava pelos transplantes clandestinos, estava por dentro de tudo o que se passava pela cidade.

E a que preço um jornalista se vende para fazer algo deste genero?  Qual o valor que podemos oferecer a quem se presta a este tipo de serviço sujo? Bom meus amigos, a resposta é muito mais triste do que voces poderiam imaginar. Algumas pessoas se vendem por um bocado de dinheiro. Outras, aceitam apenas uma medalhinha. Este é o caso de Chico de Assis que detem o poder de controlar uma emissora de radio em Poços de Caldas. Em 2013, este sujeito foi homenageado pelos serviços prestados. Veja como foi!

O radialista e proprietário da Rádio Cultura de Poços de Caldas, Francisco de Assis Araújo, recebeu, no dia 7 de novembro (2013), a Medalha da Ordem do Mérito da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em grande evento em Belo Horizonte. Ele foi indicado pelo deputado Carlos Mosconi pelo seu dedicado trabalho no Sul de Minas. “A Rádio Cultura tem sido um marco na comunicação em Poços de Caldas e região, caracterizando-se pela eficiência na informação e no entretenimento. Neste ano, a rádio comemorou 80 anos no ar pela competência do Chico de Assis, sua família e funcionários. A medalha é o meu singelo reconhecimento a todo esse trabalho”, disse Mosconi.

A mentira é premiada pelo Estado de Minas Gerais! Chico de Assis agora deve estar feliz. Depois de mais de 10 anos da "festa" pela impunidade, Dom Mosconi reconhece a sua "importancia" para o Sul de Minas e principalmente para a vida politica de Mosconi. Chico de Assis é um personagem que nao deve ser esquecido. Ele é a prova de que com um microfone na mao e meia duzia de palavras mentirosas, pode-se proteger aqueles que matam pacientes debilitados para fins de trafico de orgaos, em troca de uma medalhina.

Mas a fila esta aumentando. Os proprietarios dos jornais poçoscaldenses estao aguardando suas medalhinhas. Que situaçao! Poderia ser pior. Eles poderiam estar matando, roubando ou se drogando. Por sorte so estao mentindo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário