Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

terça-feira, 22 de julho de 2014

Mosconi é a minha Anta

Minardi criou o livro Lula é a minha Anta, e eu roubo o titulo para o Mosconi.

Em recente entrevista a revista CartaCapital, Mosconi diz: "Tem uma denúncia caluniosa feita pelo pai da criança, pelo Pavesi, que sempre teve um grande ódio em relação a minha pessoa". 

Vamos esclarecer Mosconi?

Eu nao fazia ideia de quem era Carlos Mosconi, e muito menos sabia da sua aparencia com aquela barba taliba e cabelos engomados. A unica vez que ouvi falar de seu nome, foi quando estudava com seu filho e uma professora de geografia (se nao me engano de nome Munira), puxava o saco dele porque voce havia sido eleito pela primeira vez como deputado federal. Seu filho deixou de ser o mosconinho e passou a ser o filho do deputado. Desde entao, nunca mais ouvi falar seu nome. 

Em 2000, quando meu filho foi assassinado, seu nome, mais de uma vez, foi citado por varios medicos da cidades, alguns deles inclusive me garantiam que eu estaria num mato sem cachorro por ter afrontado os medicos de Poços de Caldas. Alias "afrontado" os "medicos de Poços de Caldas" é algo bastante diferente da realidade que é: "denunciar superfaturamento em uma conta hospitalar". Mas enfim, ja vimos que o drama é uma das armas que restou aos bandidos. 

Apos esta segunda vez que ouvi o seu nome, enviei um e-mail ao Ministerio da Saude, em apenas uma linha perguntando: "Qual a relaçao do deputado federal Carlos Mosconi com o caso do meu filho?". A frase talvez nao tenha sido com estas palavras, mas era esta a pergunta, que alias nunca foi respondida. Mas o e-mail faz parte do inquerito que apurou as minhas denuncias. 

Em seguida, para a minha surpresa, pude assistir atonito, um video na qual Mosconi vai a tribuna da camara federal em Brasilia e faz chantagens a Jose Serra. A partir deste momento, nao tive mais duvida de seu envolvimento e passei a investigar. A forma agressiva e criminosa (chantagem até onde sei é crime) contra Jose Serra (seu amigo pessoal), foi a gota d'agua. E nao demorou muito para descobrir que voce era um dos fundadores da ONG clandestina que fazia captaçao e distribuiçao de orgaos na regiao, sem autorizaçao do Ministerio da Saude.

Repare caro Mosconi. Nunca fui a sua casa, nunca fiz a voce qualquer reclamaçao, nunca tive qualquer problema com a sua pessoa (ainda que me pareça repugnante). Quem entrou na minha historia foi VOCE! Eu nao tenho odio gratuito como voce sugere. Mas tenho odio sim de pessoas como voce que utilizam o poder politico, o dinheiro publico, para fazer o que faz, e sempre se dar bem. Em todos os momentos em que a historia foi abafada, voce estava la. Quando o prontuario do meu filho foi totalmente modificado, voce estava com este prontuario no gabinete do Ministro com "Serjao" para entrega-lo. O Ministerio da Saude informava voce de todos os passos da investigaçao enquanto nos da familia nao eramos informados de nada. Voce é o grande chefe desta quadrilha e fez algo por ela que nunca fez em nenhum outro momento da sua vida: deixou seu nome aparecer. O ilariante desta historia é que voce deixou chegar a este ponto por causa de R$ 11.000,00 reais, quando tem milhoes e milhoes escondido em algum lugar, onde o MPE nao pode investigar. 

Tenho odio de ver um pais afundando porque pessoas como voce pagam dividas de 15 milhoes e ninguem pode investigar a origem deste dinheiro. Afinal Mosconi, de onde vieram estes 15 milhoes que voce pagou a sonegaçao fiscal do seu filho? Responda!!! A sociedade quer saber. Espero que voce me processe agora pois estou acusando voce de ser LADRAO DE DINHEIRO PUBLICO, LADRAO DE VIDAS HUMANAS, pois quem frauda a saude, leva a morte centenas de pessoas. 

Tenho odio Mosconi de pessoas como voce que estao fraudando a saude publica a tantos anos, e ainda sao respeitados como se fossem herois da saude. Desde que comecei a investiga-lo para saber com quem estava lidando, recebi tantas informaçoes sujas que daria para escrever um livro. 

Quem nao se lembra do escandalo do café em Poços de Caldas? Como sempre, tudo foi arquivado. Nunca, nehuma investigaçao consegue evoluir quando voce esta envolvido. Tudo afunda misteriosamente. Tudo é arquivado sem qualquer explicaçao a sociedade. O Ministerio Publico - aquele que disse que se a PEC 37 fosse rejeitada acabaria a corrupçao no pais (uhauhauhauha) - esta no seu bolso. Voce so nao conseguiu arquivar o caso Pavesi porque nao dei espaço. Normalmente as pessoas desistem ou se afastam pois voce manda ameaçar. Eu sou uma exceçao. Recebi varios e-mails de pessoas que se manifestaram no Facebook a meu favor e foram ameaçadas pelo seu filho. Alguns destes e-mails ja enviei ao Ministerio Publico e advinha??? Eles nao estao interessados em fazer nada. E todos morrem de medo de voce. Todos sabem do que voce é capaz de fazer. E sabem que voce tem o poder de manipular autoridades. 

A situaçao é tao lamentavel que o desembargador Olindo Herculano de Menezes, ao dizer que em Poços nao houve trafico de orgaos, irregularidades, ou qualquer coisa fora do normal, ele admite que a central nao tinha qualquer autorizaçao conforme determina a lei. Diz o desembargador que tudo foi apenas um mero erro administrativo burocratico. Claro! Tudo foi um grande erro! Alvaro faz diagnostico, documenta e diz que foi um erro de quem documentou. Scafi documentou que Paulinho estava sem morte encefalica minutos antes de tirar-lhe os orgaos e disse que a escrita "SEM M.E." foi um erro. Entao vem o anestesista e documenta que Paulinho estava vivo, e utiliza anestesia geral. Mas tambem diz que foi um erro. Força do habito! O exame de tomografia desaparece, mas foi um erro! As angiografias desaparecem e nao ha comprovaçao nenhuma da morte encefalica - mas tudo foi um pequeno erro. Erro burocratico. Carlos Henrique Marcondes grampeou o centro cirurgico e varios medicos e amanheceu com um tiro na boca - mas foi um erro! Suas maos foram raspadas com acido e as provas do crime desapareceram - e tudo nao passa de um erro. O proprio advogado da Associaçao Medica de Poços de Caldas revelou em entrevista que as irregularidades existiram sim! Mas tudo foi apenas um erro.

Por tudo isto, roubei o titulo de Minardi. Mosconi voce é a minha Anta. 

Um comentário:

  1. Um livro sobre as sujeiras desse crápula do Mosconi???
    Adorei a ideia, Paulo!!!
    Estude melhor essa ideia, ok?
    Vamos aguardar o circo do dia 31.
    Abraços.

    ResponderExcluir