Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

sábado, 20 de agosto de 2016

Corrupção em Palhoça-SC

Caros leitores. Já falei deste caso em um passado recente. Clique aqui para saber mais

Jussara Souza, mãe da Clarinha, precisou lutar com muita garra para conseguir a guarda da filha. Clarinha foi sequestrada de Jussara por um grupo de conselheiros tutelares corruptos, que atuaram em benefício de um traficante de drogas. O caso é mais um absurdo da justiça brasileira. Jussara foi espancada, teve a casa revirada e a filha arrancada de casa, apenas com uma opinião de uma delegada de polícia, em conluio com os conselheiros.

Depois de muito tempo, de desgaste emocional e financeiro, Jussara conseguiu sozinha e com muito esforço reverter a situação. Ficou claro que a decisão de levar Clarinha foi nada mais que um abuso de autoridade. Aliás, no Brasil, autoridade abusa mesmo. É como se as autoridades recebecem o direito de fazer  o que querem, como querem e quando querem. É por isso que a corrupção é gigantesca no Brasil. Essas "autoridades" transformam decisões em dinheiro para beneficiar aqueles que não tem direito.

Jussara é forte! Sua luta continuou para suspender os conselheiros envolvidos nesta sujeira. Algumas pessoas, como Jussara, não pensam somente em sua própria situação. Jussara não quer que isto se repita para outras pessoas. Ela quer JUSTIÇA!

A Procuradoria Geral do Município de Palhoça e o Conselho de Ética julgaram a favor da exoneração dos conselheiros. Agora, a bola do jogo está com o prefeito de Palhoça, Camilo Martins. 

O problema é que o prefeito Camilo Martins parece estar se negando a assinar a exoneração! Camilo esquece que o cargo de prefeito não é para beneficiar amiguinhos e sim tomar atitudes que beneficiem a comunidade. O que o prefeito está protegendo? Sequestro de crianças?

Camilo Martins
Camilo Martins, escapou há pouco da cassação do seu mandato. Ele foi o segundo candidato mais votado em 2012, com 26,12% dos votos, e acabou assumindo depois que o vencedor nas urnas, Ivon de Souza (PSDB), teve a candidatura impugnada por irregularidades nas convenções partidárias municipais. 

Dois meses depois de assumir o cargo, Camilo foi denunciado pela juíza eleitoral Carolina Ranzol, acusado de ter usado a ONG Associação Viver Palhoça com verba pública (R$ 153,9 mil) para promoção enquanto candidato.

Como sempre, Camilo escapou da cassação. Quem tem dinheiro, escapa. Quem não tem paga de outro jeito. Por isso as prisões estão cheias de gente pobre. No Brasil, a justiça é monetária.

A imprensa brasileira, por sua vez, tornou-se um puxadinho de políticos. Ela não atua mais para denunciar o que está errado. A imprensa atua para proteger políticos sujos, como este prefeito de Palhoça.

Nos resta apenas fazer apelos e reclamações para que os políticos façam o seu trabalho da forma mais íntegra e correta possível (se é que é possível). Mas como estamos falando de Brasil a coisa vai um pouco além. E por este motivo deixo aqui meu apelo público:

Caro prefeito Camilo Martins. Seu caráter eu conheço bem, por tudo o que lí à seu respeito e pela vasta experiência com "autoridades" brasileiras. Definitivamente não é dos melhores. Jussara continua sendo ameaçada por ter exigido o cumprimento da lei, sem proteção, sem auxílio. Ela continua lutando sozinha por um Brasil melhor.  Em um país sério, Jussara seria uma heroína. No Brasil, Jussara é apenas uma pedra no caminho dos políticos como o senhor.

Meu apelo é simples: Deixe de ser corrupto pelo menos uma vez na vida e faça o que precisa ser feito ASSINE ESTA EXONERAÇÃO!! O problema é dinheiro??? Diga quanto você quer e faremos uma "vaquinha". Se algo acontecer com alguma outra criança, você será o responsável direto e nós não vamos economizar esforços para mostrar isso à todos.


CAMILO MARTINS. Qual o seu interesse em manter conselheiros que sequestram crianças de suas mães? Existe algum esquema de adoção ilegal de crianças?? Pedofilia?

Acho que está na hora de o Ministério Público investigar!

ASSINE A EXONERAÇÃO PREFEITO!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário