Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Efeito Ianhez começa a trazer resultados em Jundiai.

O helicóptero Águia transportou nesta segunda-feira, um pulmão para a cidade de São Paulo, mais especificamente para o hospital Albert Einstein. A retirada dos órgãos foi paga pelo SUS e o transporte pela polícia militar, o que significa dizer que foram feitos com dinheiro público.


Será que o Albert Einstein está atendendo pelo SUS, ou o implante será feito de forma privada? Será que a fila foi respeitada? O G1 informa que 2 médicos acompanharam o transporte até São Paulo para garantir a qualidade e a segurança do órgão!

Mas e a fila de espera para pulmão? Quem é o primeiro da lista? Seria um paciente da rede pública? Estas perguntas nós não teremos respostas. O importante é fazer a festa! Mais uma vez estamos beneficiando certas pessoas em detrimento de outras, mas isso é secundário. Justo nesta segunda-feira em que eu resolvi contar a todos que Álvaro Ianhez, o maior traficante do Brasil está trabalhando em hospitais em Jundiai, protegido como sempre pela autoridades.

A enfermeira responsável pelos transplantes ainda dá uma dica:
"Tudo isso começa quando se está conversando em um fim de semana em casa com os familiares. É o momento de dizer que se acontecer alguma coisa e os órgãos foram viáveis para doação, devem aceitar"
Entendeu? Quando você estiver passando um final de semana com a família, na piscina, ou fazendo um churrasco, é hora de combinar a entregar os órgãos quando morrer. Deve-se fazer um pacto entre os familiares (incluindo as crianças) para entregar tudo. Não importa para onde vão levar os órgãos e muito menos que você pode ser vendido aos pedaços. O importante, é DOAR.

Eu levei uma bronca da Valérinha, minha amiga, por ter acabado com a festa. Que maldade a minha! As pessoas não podiam saber que Ianhez está na cidade. Como eu pude fazer isso??

Jundiai parece que já está sofrendo do efeito Ianhez.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário