Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Não vote em cúmplice de homicídio.

Estas são as Reginas Cioffis. A da esquerda é a candidata. A foto está registrada em seu cadastro político. À direita, a Regina Cioffi real. Ela começa enganando os eleitores já na foto. Imagine o caráter, que não é uma coisa que podemos ver. 

Ela está pelos bairros mais pobres, implorando votos para todos. Hoje, ela depende de um cargo político para viver. Foi depois do assassinato de Carlos Henrique Marcondes que a Regina Cioffi precisou partir para uma carreira política. Todos sabemos que ser político no Brasil é um grande negócio. Você tem acesso ilimitado às autoridades. Faz um favor aqui, outro ali, e depois recebe favores em troca. 

Você pode votar em Regina Cioffi para prefeito de Poços de Caldas. É uma escolha sua. Mas ela não passa de uma mulher criminosa. Co-autora do assassinato de Carlos Henrique Marcondes. Ela ajudou a esconder a verdade. Ajudou a limpar as pistas. Ajudou a sepultar o corpo e a história. 

Regina Cioffi é parte integrante da máfia do tráfico de órgãos da Santa Casa. Ela também ajudou a ocultar a morte de diversos pacientes, incluindo o meu filho. Ela assinava AIHs falsas que eram cobradas do SUS. Ela forjou provas no caso da máfia do tráfico de órgãos. Foi Regina Cioffi que fez acordo com a polícia para que cadáveres de doadores não fossem necropsiados! A mesma polícia que hoje diz que não consegue chegar a autoria do homicídio.

Regina Cioffi é presidente da câmara dos vereadores de Poços de Caldas.

Estamos na era Moro. O Brasil está tentando limpar a sujeira da política. É uma grande oportunidade de você fazer a sua parte. Ao votar em Regina Cioffi para prefeito, estará elegendo uma cúmplice de homicídio.

É isso que você quer para a sua cidade?

NÃO VOTE EM CÚMPLICE DE HOMICÍDIO.

Tirar a vida de Carlão foi uma grande e terrível sujeira. Eles são capazes de tudo pelo poder. Carlão foi assassinado para que não denunciasse o que esta quadrilha estava fazendo.

A polícia pode protegê-la do crime que cometeu. Mas você não precisa fazer isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário