Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

sábado, 27 de agosto de 2016

Tráfico de Órgãos no 1o mundo!

O caso aconteceu na República Domenicana e a atuação do Ministério Público foi imediata: 3 clínicas foram fechadas e vários envolvidos presos. No 1o. mundo é assim. 

Não é como no Brasil, 3o mundo, em que os bandidos são protegidos. Aliás, o denunciante terá proteção policial. Eu precisei deixar o país. 16 anos para julgar o caso e um trio de desembargadores anularam tudo por 500 mil reais.

Segundo fontes judiciais, as investigações tiveram início depois de encontrado um cadáver de uma criança sem vários órgãos, que poderá pertencer à desaparecida Carla Reyes, de 10 anos.

Um caso que agitou a opinião pública dominicana há cerca de um ano.

Um dos suspeitos de envolvimento do caso disse à polícia que a criança foi sequestrada para traficar os seus órgãos e envolveu uma clínica de Santo Domingo.


A ordem de fechamento, segundo a imprensa, foi executada por, alegadamente, terem sido violados várias leis relacionadas com o tráfico de órgãos e lavagem de dinheiro.

O caso ganhou peso mediático quando Dawin José Trinidad Infante, acusado do desaparecimento de Carla Reyes, relevou na televisão em direto que havia milhões e milhões de dólares envolvidos e que o caso estava ligado ao tráfico de órgãos.

"Peço proteção ao Procurador da República, temo pela minha e sei que há gente muito poderosa envolvida", afirmou.

4 comentários:

  1. Amigo, República Dominicana não é 1o mundo, é 3o mundo como o Brasil, até mais pobre. Faz parte da ilha de Hispaniola, que divide com o Haiti.
    Mas isso deve acontecer em países desenvolvidos tb, mas por enquanto casos documentados só em republiquetas de fantoches como a já citada RD e o Brasil.

    ResponderExcluir
  2. Marina, o texto obviamente é irônico. Obviamente que a República Domenicana é muito inferior ao Brasil. Mas mesmo sendo inferior, o tratamento a bandidos do tráfico de órgãos parece ser mais rígido. O Brasil é aquele país que anda de chinelos havaianas, mas acredita estar em cima de um sapato Italiano. O Brasil, com todo respeito há alguns brasileiros, é um lixo.

    No primeiro mundo tem tráfico de órgãos sim. Mas a impunidade e proteção a traficantes, só no 3o mundo.

    ResponderExcluir
  3. Tem tráfico de órgãos em todo o mundo seja lá primeiro segundo ou terceiro ....lamentável

    ResponderExcluir
  4. Fui internada em carater de EMERGÊNCIA por esse médico...que é tratado no hospital pelos funcionarios como Rei.. ele é um administrador do hospital e com certeza existe mais envolvidos nesse caso... recebi alta sem a cirurgia que o medico disse que seria necessário... suspeita de hepatite... nos exames não foi confirmado hepatite... acredito que foi uma forma de livramento da morte... Pois todo tramite de internação e procedimentos dentro do hospital aconteceu de forma muito estranha e causará desconforto e insegurança.... agora entendi!!! Deus proteja as pesssoas que venham a ser alvo desse bandido... e que tenha misericórdia... muito triste tudo isso e o medico restar impune. ..

    ResponderExcluir