Desembargadores comprados

Desembargadores comprados

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Não me comprometa!!!!

TJMG determina que G1 limpe a sua barra. Em reportagem sobre o arquivamento da morte de Carlos Henrique Marcondes, assassinado a mando de Mosconi, o TJMG exigiu que o G1 publicasse uma observação.

Quem chegou a conclusão que Carlão foi assassinado, foi a polícia e não o TJMG. Assim o G1 compromete o TJMG com a Máfia!! Afinal eles são parceiros! O TJMG nunca vai admitir que o Carlão foi assassinado, e muito menos investigar.


Assim não né G1. O assassinato do Diretor Administrativo não pode ser investigado. Mosconi não deixa. O TJMG agiu rápido! Parabéns TJMG!! 

Não me comprometa, resmungou um desembargador ao G1.

Infelizmente (para o TJMG), a juiza que assumiu a vaga na 1a Câmara criminal escalada pela máfia, acatou o arquivamento, ou seja, a JUSTIÇA reconheceu o homicídio e a JUSTIÇA determinou o arquivamento. Querer tirar a bunda da seringa é típico de mafioso. Vai ter medo do Mosconi na pqp.

A máfia está ligada



No mesmo post, duas pessoas fizeram comentários. A primeira reclamou da demora de 14 anos depois. A segunda, riu da justiça brasileira. Repare que algum membro da máfia negativou os comentários, ou seja, a máfia espera demora da justiça e acha a justiça séria. A máfia apóia o que o TJMG fez, e nem poderia ser diferente: São parceiros!

O G1 bloqueou os comentários por questões de segurança. Segurança da Máfia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário